segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

Eterna Namorada



Eterna Namorada

Conheci-te ainda menina,
Quando para a vida despertava,
Tão doce, tão meiga, tão bela...
Minha primeira namorada.

Aí perdemo-nos um do outro
E cada um seguiu um caminho.
E conquanto seguisse te amando
Restou-me continuar sozinho.

Ainda bailava na memória
O sorriso luminoso e casto...
A sedosa cachoeira castanha
Sobre ombros de alabastro.

Agora, tal qual num sonho,
Finalmente te reencontrei:
Tu, que jamais saiu de mim,
E por tanto tempo busquei.

Pois que nessa data especial,
Todos os dias nascem lindos:
Bendito seja teu aniversário!
Até os anjos estão sorrindo.

É pura benção estar contigo...
Em verdade, o que sempre quis.
Esqueçamos o tempo perdido
E permita-me te fazer feliz.

Nardélio F. Luz
210919

segunda-feira, 18 de novembro de 2019

Instante Mágico




Instante Mágico


Ela estava ali parada na areia úmida,
Imóvel como uma ninfa de mármore.
O olhar fixo em algum ponto distante,
Alheia à espuma que beijava seus pés.

Cenho franzido, chateada com alguém;
Uma aliança pendia do cordão de ouro,
Pouco acima da suave marca de biquíni
Que o decote não conseguia esconder.

Foi um momento mágico, um instante
Que durou mais que poderia parecer,
Entretanto, menos do que deveria ser
Para disfarçar meu transe hipnótico.

Temi que a minha atitude estranha,
Afinal pudesse ser mal interpretada.
Porém, refém das próprias reflexões,
Ela sequer notou minha presença.

O olhar fixo no horizonte nebuloso,
Como se enxergasse além do pélago,
Um algo mais de tristeza e mistério
Tal qual invisível a olhos humanos.

A lua tentava trespassar as nuvens,
Alheia ao turbilhão de sentimentos
Que de repente me tomaram inteiro
E arrebataram qualquer resistência.

Passei toda a noite sem nada dizer.
O coração perdido, descompassado,
A mente fervilhando sem coragem,
E a alma doída pelo que perdera.


Nardélio Luz
061119

sábado, 26 de outubro de 2019

A Dona da Rua



A Dona da Rua

Eu era mais um recém-chegado.
Tinha de outras paragens viajado,
Onde havia provado a tal desilusão.
Porém me bastara um rápido olhar
Para a calçada quase frente ao bar,
Onde afogava meu velho coração.

Tudo ao redor pareceu se ajustar,
Forçando até tempo a desacelerar,
Como a pena que no vento flutua.
Não era só mulher, mas uma fada,
Que ali flutuava sobre a calçada...
Era, sem dúvida, a Dona da Rua.

Meus olhos comiam as cenas
Das torneadas pernas morenas
Daquele short branco saltando.
Ela parecia alheia ao meu olhar,
Nem um sorriso veio a esboçar,
E já senti que estava amando.

O amigo que ali estava comigo
Disse que a Diva era um perigo,
Mas tampouco desviava o olhar.
Quando a paixão vem de repente,
Impulsiona o coração da gente,
E compete à alma se equilibrar.

Contudo a sorte me presenteou,
Pois ao passo que a noite chegou,
Soube que era mútua a aspiração.
Era o fim de qualquer sofrimento
E, entre regalos e arrebatamento,
Nos amamos com fúria e devoção.

Ambos transpirávamos paixão...
Quando juntos, éramos a junção
Do ardor do sol e a beleza da lua.
Embora noutros vivesse maldade,
Quando se tratava de felicidade,
Éramos eu e a Dona da Rua.

Nardélio F. Luz

terça-feira, 17 de setembro de 2019

Prestes



Prestes

Um lampejo de sanidade
esgueira-se pelas bordas rarefeitas
de um inconciliável quase sono,
agarrando como pode à realidade
para não despencar no abismo
de horror que antecede
o atroz pesadelo.

Nardélio Luz
090919

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Sobre o Amor




Sobre o Amor


Não podemos esquecer que um dia todos vamos morrer e tudo que é material ficará aqui. Não seremos lembrados pelo que temos, mas pelo que fazemos. Isso não significa que você não deva adquirir o suficiente para seu conforto e de sua família, mas sim, que todo o excedente é obsoleto. E, sobretudo, não relegue a um depósito aquilo que não te serve. Às vezes o que é lixo para si é tesouro para outro. O que é migalha para si pode ser o que o outro precisa e não tem. Para a posteridade, só o amor é real. É um sentimento tão especial que quanto mais o esparze, mais cresce e te faz crescer com ele. Não procrastine, ame hoje, faça hoje, fale hoje, mostre hoje... Viva hoje! Amanhã é apenas uma ilusão, que pode se tornar real, ou não.

Nardélio Luz
010819