quarta-feira, 27 de maio de 2020

Bela Flor



Bela Flor

De modo que eu te diria:
— Bom dia com meu amor, bela Flor!
E o astro-rei em réplica, celebraria,
Aromatizando o ar com jasmim
E revelando o teu esplendor.

E se, no entanto te dissesse:
— Boa noite com meu ardor, bela Flor!
E a nobre lua do céu se dispusesse
A deitar prata sobre todo o jardim,
Cobrir-te-ia com todo meu amor.

Eis que contigo não há pranto,
Pois se houvesse, seria de alegria.
És, pois sim, abastada de encantos
Neste redor e qualquer confim,
No lusco, na noite ou no dia.

Eis a brisa soprando a felicidade,
Pois tu, mulher, que também é flor,
Deveria renegar a nativa fragilidade
Para viver aqui dentro de mim,
Na eternidade do meu amor.

Nardélio Luz
260520

2 comentários: